Multicom - Agência Comunicação Institucional e Assessoria de Imprensa

Notícias / Projeto «Onda Bienal» garante artes plásticas sem interrupções em Gaia

23 de Setembro de 2015

Gaia terá uma programação permanente na área das artes plásticas, uma vez que o «Onda Bienal» promove iniciativas nos anos em que a Bienal de Arte não se realiza. 

O sucesso da I Bienal de Arte de Gaia, recentemente encerrada, foi revelador de um manifesto interesse do público pelas artes, tendo sido criada, por isso, uma alternativa para os “anos não” da iniciativa: o «Onda Bienal». Este é um projeto que pretende manter a “chama acesa” e, com esse objetivo, irá promover um cartaz variado, com exposições variadas ao longo de todo o ano. O «Onda Bienal» irá ganhar contornos mais definidos em breve mas, para já, estão confirmadas algumas exposições como, por exemplo, uma mostra antológica a Nadir Afonso, alguns leilões de arte que começam já em Novembro deste ano, ou ainda uma exposição do fotojornalista Pereira de Sousa no âmbito das comemorações do 25 de Abril de 1974.

A I Bienal de Arte de Gaia foi uma iniciativa pioneira no concelho e demonstrou ser uma aposta ganha, tendo registado uma adesão que excedeu os 35 mil os visitantes de várias nacionalidades. A segunda edição será apenas em 2017 e o projeto é ainda mais ambicioso, uma vez que qualquer artista do mundo se irá poder candidatar.  A Cooperativa Artistas de Gaia – organizadora da I Bienal de Arte de Gaia com a colaboração da Câmara Municipal – considerou que o apoio dado pelo autarca Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da autarquia, foi “decisivo para a concretização do sonho” e, por essa razão, decidiu conceder-lhe o título de sócio honorário.

Foi a primeira vez que esta organização nomeou uma personalidade desta forma, tendo reiterado o seu presidente, Agostinho Santos, a consideração que todos os artistas têm por Eduardo Vítor Rodrigues, pelo estímulo que deu às artes e aos artistas em Vila Nova de Gaia.


voltar